terça-feira, 5 de outubro de 2010









O Jabor falou uma coisa que pra mim faz sentido: as pessoas estão hoje à procura do quê dizer. Não há mais uma filosofia, um movimento, uma visão politica mobilizadora. Não existe mais uma causa. daí vem o cara falar da fome do nordeste, mas ele não conhece a fome do nordeste. por isso eu falo do que eu mais conheço, de mim.








Um comentário:

Simonetta disse...

é, o jabor conhece história e, como artista informado e atento, sabe ler as entrelinhas... "os eleitores perceberam sutilezas na má interpretação da personagem, como atrizes ruins em filmes", diz ele sobre dilma. engraçado, tinha pensado a mesma coisa ao vê-la no último debate.
"já sabemos que mais de cinco bilhões de reais por ano são pilhados de escolas,hospitais ,estradas e nenhum carisma esconde isso para sempre. já sabemos que administração é mais importante que utopias."
filosofia é conhecimento e reflexão que tem que purificar percepção.quantos se dão a esse trabalho?
guerrilheira....quase morta por lamarca quando foi pega roubando, querendo desviar dinheiro destinado a luta armada. desde cedo aprimorando sua verdadeira vocação, até o último minuto do primeiro turno.haja filosofia para que se enxergue o que está por trás de mera aparência e discursos que não correspondem a realidade. dilma, erenice...
atrizes de quinta.