segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Carta ao Presente

*

Cavalo com Asas, para quando estiver em cena, ou Simplesmente aqui.


Em ti realmente estamos, sempre. Porque só em ti é possível estar, mas nem sempre conseguimos habitar-te, instante, você está sempre caminhando, correndo, trotando. acompanhar esse ritmo, às vezes, se torna difícil para o dançarino ansioso.
O presente é uma dança imprevisível.

Faça-me esquecer de tudo que tenho pra fazer ou dizer daqui a um segundo, faça-me passar pelas coisas realmente e saber que estar aqui agora é sempre um risco maior porque pensar no passo seguinte é mais seguro e nos da a ilusão de não entrar no vazio. Convença-me de que estar no futuro é impossível e me impede de tirar da cartola do instante os coelhos mais lindos e inesperados.
Diga-me, "calma, o futuro vai chegar". porque o futuro sempre chega, mas quando ele pisa, alguem o embrulha e o entrega, transformando-o imediatamente num Presente.

Insista para que eu guarde essa sensação décor(ação) e mesmo sozinha lembre como é viver-te, instante querido.

Ajude-me, então, a cavalgar esse cavalo com asas chamado Momento. E principalmente, desfrutar desse passeio.


Faça-me simplesmente estar ao seu lado e em você

aqui.


*

Nenhum comentário: